Quem tem medo do NATAL ?

Apesar do ambiente de alegria fácil e exterior, que muitas vezes pouco tem de cristão, o Natal continua a marcar a vida de povos e nações, ainda que haja iluminados nesta Europa, farta e cada vez mais sem alma, com vontade de pôr o Natal no sótão ou no congelador da nossa memória colectiva e cristã.
Natal quer dizer presença de Jesus, o Filho de Deus que Se fez homem para salvar o homem. Todos os homens. Sem deixar de ser Deus, vem habitar no meio de nós, mesmo que tenhamos dificuldade em reconhecê-Lo e em compreendê-Lo, apesar de ter escolhido o caminho da pobreza, da incomodidade e da fraqueza, para compartilhar das condições em que viviam e ainda vivem muitos homens.
Talvez porque a porta escolhida por Deus, para vir até nós, não foi a do poder, da riqueza ou da glória, o NATAL continua a inspirar, depois de tantos anos, nobres e diversos sentimentos, ao mesmo tempo que dá aos cristãos razões de sobra para a ALEGRIA, para a SOLIDARIEDADE e para a PAZ.

P. Fausto

in Diálogo nº. 1760 (Solenidade do Natal do Senhor – Ano C)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *