Tentações de sempre…

Depois de tantas catequeses, ainda a tentação do poder e a sede de privilégios dominam o coração dos mais íntimos de Jesus. Jesus, porém, sem os recriminar, com sábia pedagogia e infinita paciência, chama-os à parte para dizer: “Quem quiser tornar-se grande entre vós, será vosso servo”. Estas palavras sábias e amorosas, então dirigidas aos discípulos, continuam a ecoar, séculos fora,como alerta vigoroso para o risco dos apetites de domínio e de poder, sempre resistentes no nosso coração mais profundo.
Jesus não quer discípulos apoucados e humilhados, mas simples, livres e generosos de coração, para poderem, como o Mestre, assumir no seu projecto de vida uma única ambição: Servir.
Grandes só no serviço e no amor posto em tudo o que se faz. E isto não se compadece com a busca de privilégios e honras, mas com uma vida sóbria, honesta, humilde, confiante, livre e generosa. E os discípulos aprenderam a lição.
Aprendamos nós, também, para que a ambição do nosso projecto de vida não se resuma a questões de poder, saúde e dinheiro. Porque esse não pode ser o projecto dos discípulos de Jesus Cristo.

P. Fausto

in Diálogo nº.1750 (XXIX Domingo do Tempo Comum – Ano B)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *