Feliz 2023 !

No oitavo dia da festa do Natal, a Igreja, sem deixar de contemplar o mistério de Deus feito Homem, fixa a sua atenção em Maria, a Mãe de Jesus e Mãe da Igreja.
Nesta Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus, que é, provavelmente, a festa mariana mais antiga da Igreja de Roma, celebramos também a circuncisão e a imposição do Nome de Jesus, e, mais recentemente, desde S. Paulo VI, o Dia Mundial de Oração pela Paz, confiando, assim, a Nossa Senhora, Raínha da Paz, a aventura de mais um ano. E bem necessário se torna fazê-lo, para que o sonho de Deus nos leve a enterrar as armas e abrir as mãos e o coração à fraternidade, à justiça e à paz, que são o coração da Boa Nova que os Anjos trouxeram, na noite santa de Natal, e que as resistências dos homens retardam e tantas vezes bloqueiam.
A guerra na Ucrânia aflige-nos, e até nos provoca, compreensivelmente, sentimentos pouco cristãos, e noutros pontos do mundo também. Não podendo, porém, fazer grandes coisas em favor da paz entre as nações, não nos podemos dispensar de fazer algo pela paz na nossa terra, no ambiente em que trabalhamos, no seio da nossa família…
Não será muito, mas será o contributo que cada um de nós pode e deve dar, para que o 2023, com a bênção da Mãe de Deus, Rainha da Paz, seja para todos mais feliz.

P. Fausto

in Diálogo nº. 1805 (Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus – Ano A)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *