Verdadeiramente desconfinados !

Durante cinquenta dias celebrámos festivamente a glória de Cristo Ressuscitado e acompanhámos com atenção o processo catequético de Jesus com os discípulos. Vencidos os obstáculos e dificuldades, e, apesar de ainda não saberem tudo, estão preparados para a missão.
Jesus não tem a pretensão de esclarecer todas as coisas, porque sabe que ao Espírito da Verdade cabe a missão de conduzir todos à verdade plena.
E aconteceu o prometido, quando os discípulos estavam no Cenáculo, em oração, com Maria, Mãe de Jesus: “uma espécie de línguas de fogo poisou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo”. E o Espírito Santo, sem anular a natureza, transformou a vida dos Apóstolos.
Agora, com novo alento e horizontes alargados, de janelas abertas e portas escancaradas, não se intimidam com o presente, nem temem o futuro. São homens novos. Verdadeiramente desconfinados. O medo, as dúvidas, a insegurança,… tudo ficou, finalmente, para trás.
Como nos primeiros tempos, a Igreja continua a viver do mesmo Espírito, hoje e sempre invocado fervorosamente, pois, só assim, continua a ser a verdadeira e autêntica comunidade dos discípulos de Jesus Cristo.

P. Fausto
in Diálogo 1736 (Domingo de Pentecostes – Ano B)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *