Deus nunca desiste !

 

27dtc_A

 

Jesus continua a fazer a sua catequese, falando de vinhas, colheitas, proprietários, servos e arrendatários, aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos do povo. Gente bem pensante e bem instalada. Todos de bem com a vida…
Ao meditarmos a parábola do Evangelho deste domingo, também a deveremos considerar dirigida a nós, porque os comportamentos dos arrendatários não são apenas de ontem, mas também se verificam hoje, até na vida de muitos cristãos. Mais importante, porém, que determo-nos na malvadez dos arrendatários, é importante reconhecermos a infinita paciência e benevolência de Deus, que não desiste do Seu projecto de salvação, apesar dos nossos desvarios e atropelos.
O Deus anunciado em mais esta história, que Jesus conta aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos do povo, não se perde em esquemas de vingança, nem impõe castigos exemplares. Nada disso procura. Nada disso O satisfaz. Porque o que verdadeiramente pretende é oferecer o Seu amor e misericórdia. Em excesso. No entanto, há que tomar a sério a advertência final, pois ficarão de “fora” os que conscientemente escolherem um programa de vida de mentira, corrupção, ganância, violência… tudo sargaços ou uvas vermelhas de sangue e amargas de lágrimas, donde não se extrai um pingo sequer de bom vinho.

P. Fausto

in Diálogo nº. 1711 (XXVII Domingo do Tempo Comum – Ano A)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *