“Vós sois…!”

5dtc_C

 

O Evangelho deste domingo contém afirmações surpreendentes a que, convenhamos, ainda não estamos habituados: “Vós sois o sal da terra… vós sois a luz do mundo”.
Jesus diz “Vós sois…” e não vós deveis ser… ou esforçai-vos por ser…
São afirmações e não elogios, que responsabilizam particularmente os baptizados, porque, continua o texto, “se o sal perder a força, com que há-de salgar-se?… Não serve para nada, senão para ser lançado fora e pisado pelos homens”.
E quanto a sermos luz?
De facto, somos luminosos, os mais luminosos entre todas as criaturas, mas a nossa luz não é própria, porque a recebemos de Deus, e podemos, sem perder a nossa dignidade de criaturas e filhos, deixar de iluminar os nossos ambientes de vida.
Importa que cada um de nós, responsavelmente, saiba descobrir como há-de ser luz, pois, se a maneira como vivemos não orienta para o bem e para Deus, arriscamo-nos a ser como o sal estragado ou a luz debaixo do alqueire, porque nos tornamos insípidos, insignificantes e inúteis.

P. Fausto

in Diálogo 1687 (V Domingo do Tempo Comum – Ano A)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *