Baptizados e Cristãos !

baptismo_A

 

O tempo da meninice, adolescência e juventude de Jesus já lá vai. Doravante percorre aldeias e cidades, calcorreia caminhos e encontra-se com multidões. É a vida pública.
Hoje, porém, há um encontro muito especial no deserto entre dois primos, que primam pela humildade. Surpreendido por ver Jesus na fila dos penitentes, João Baptista exclama “Eu é que preciso de ser baptizado por ti e Tu vens ter comigo?”. E a resposta de Jesus, sem comentários nem explicações, é apenas “deixa por agora; convém que assim cumpramos toda a justiça”. E João, ao ministrar o baptismo de purificação a Jesus, no rio Jordão, torna-se testemunha qualificada da Epifania Trinitária de Deus. E assim começa a vida pública de Jesus.
A voz, vinda do Céu, que declara Jesus “o Filho muito amado”, é a mesma voz que, mesmo sem se ouvir, também nos reconhece, no dia do nosso Baptismo, Seus filhos muito amados. Amados com o mesmo amor, intensidade e ternura, com que Deus Pai ama Jesus. Amados imerecida e sempre gratuitamente, mesmo quando viramos costas e nos afastamos de Deus.
É esta Boa Nova, que nos dá tanta alegria e conforto, que importa acolher, agradecer, celebrar e viver na fidelidade, porque o caminho para nos realizarmos como Filhos de Deus passa pela nossa fidelidade à Palavra de Cristo. Só assim é que merecemos o nome de cristãos.

P. Fausto

in Diálogo nº. 1683 (Festa do Baptismo do Senhor – Ano A)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *