A Grande Lição de Nazaré !

sagradafamilia_C

 

Três dias à procura de um filho perdido geram no coração dos pais sentimentos de angústia profunda. Assim aconteceu com os Pais de Jesus no fim da peregrinação, que, todos os anos, faziam, em família, a Jerusalém.
Quando se aperceberam que Jesus não vinha com os homens, nem com as mulheres, regressaram a toda a pressa, indagaram toda a gente, foram a todos os cantos e, ao terceiro dia, encontraram-nO entre os doutores, no Templo. “Ao vê-lo, ficaram admirados”.
Nas suas caras era enorme a aflição e também a estranheza: “Filho, porque procedeste assim connosco? Teu pai e eu andávamos aflitos à tua procura”. E a angústia virou assombro sem passar pela repreensão, ameaça ou castigo.
Não há ressentimentos nem acusações, mas somente a necessidade de compreender o porquê… e, por fim, pai e mãe acolhem, em silêncio, a resposta incompreensível do filho de 12 anos. Graças ao seu grande Amor, Maria e José venceram mais esta crise.
Com o Seu Filho regressaram a casa, onde sempre se cultivou o diálogo, o respeito, a confiança e a liberdade. Bendita Família, em que o Amor teve sempre a primeira e última palavra! Por isso é que venceram todas as crises.
Que a Sagrada Família de Nazaré inspire e abençoe todas as nossas famílias.

P. Fausto

in Diálogo 1637 (Festa da Sagrada Família de Jesus, Maria e José – Ano C)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *