A maior das prendas !

4da_C

 

Estamos em vésperas de Natal, Solenidade do Nascimento de Jesus, que marca a história da humanidade. Crentes e não crentes tornam este acontecimento verdadeiramente singular e mágico. E não é para menos, porque, apesar de tão desejado e anunciado, colheu de surpresa toda a gente.
Quem diria que Belém, “casa do pão”, pequena e humilde cidade, perdida algures, na Judeia, seria o local para Jesus nascer?
Quem não se surpreende pela escolha de duas mulheres do povo, ambas misteriosamente grávidas, reconhecerem, agradecidas, o Dom da Maternidade, porque “a Deus nada é impossível”?
Deus, o nosso Deus, é deveras surpreendente! E continua a surpreender-nos. É Vida. É Alegria. É Ternura. É Paz. É Salvação. Tudo isto celebramos em cada Natal.
Não se estranhe, pois, que João Baptista tivesse estremecido de Alegria, ao pressentir o fruto bendito do seio de Maria.
Que a celebração do Natal traga a todas as famílias a Alegria e a Paz, que os Anjos anunciam, e que Deus dá abundantemente em Seu Filho Unigénito, a Sua mais bela e importante prenda para toda a humanidade.

P. Fausto

in Diálogo 1636 (IV Domingo do Advento – Ano B)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *