Dois dedos de Liturgia (82)

bapti

 

– Baptismo: O baptistério: lugar do baptismo

Entramos agora na celebração do Baptismo propriamente dita, aproximamo-nos do baptistério. Na arquitectura cristã chama-se assim ao espaço onde está situada a fonte ou a pia baptismal, uma das partes mais significativas da igreja.
Nos primeiros séculos, nas casas particulares, onde se reunia a comunidade cristã configurava-se um espaço com símbolos baptismais. Mas, sobretudo quando, a partir do século IV, se construíram igrejas cristãs, logo apareceu o baptistério, dentro da igreja ou próximo dela, às vezes, em forma redonda, outras hexagonal ou octogonal, com diversos simbolismos e adornos alusivos ao sacramento do Baptismo, e, frequentemente, dedicado a S. João Baptista.
Ao longo do tempo foi-se simplificando, até adquirir a actual forma de uma pia grande de água. Nas paróquias tem particular sentido este espaço baptismal, que se situa normalmente à entrada do edifício, para simbolizar também o carácter de iniciação cristã e de entrada na comunidade.
O Ritual do Baptismo das Crianças descreve-o assim: «O baptistério, ou lugar onde está a fonte baptismal com água corrente ou não, é reservado ao sacramento do Baptismo e deve ser verdadeiramente digno, pois ali renascem os cristãos, pela água e pelo Espírito Santo». O rito por excelência que se celebra aqui é o da imersão na água.

* continuamos a aguardar as vossas questões em
doisdedosdeliturgia@gmail.com

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *