“Por outro caminho…”

epifania_B

 

 

Estamos ainda a celebrar o Natal. Acordados pelos Anjos, fomos com os pastores ao presépio e adorámos o Menino Jesus, contemplado e acarinhado pelos pais, felizes e cheios de Deus. Começámos o ano com a celebração da maternidade divina de Nossa Senhora, e hoje somos surpreendidos pela curiosidade dos Magos, que procuravam saber a razão duma estrela muito bonita, que há muito os seduzia. É a solenidade da Epifania!
Neste dia, de modo especial, a Igreja contempla a revelação de Jesus a todos os povos, representados na pessoa dos Magos que vieram de longe, guiados por uma estrela. É a festa da vocação missionária da Igreja e da universalidade da salvação! Na verdade, “os gentios recebem a mesma herança que os judeus, pertencem ao mesmo Corpo e beneficiam da mesma promessa”, como escreve S. Paulo. Diante de afirmação tão solene, quem pode ainda estabelecer barreiras ou pensar em privilégios?
O tempo de Natal está a terminar. E pouco mais será que um tempo de magia e fantasia, aproveitado para puchar anualmente pelo comércio, se o nosso encontro com o Menino Jesus e os Seus Pais, no presépio, não nos fizer retomar o tempo comum do nosso quotidiano, por outro caminho, isto é, renovados e luminosos. É o desafio permanente que nos fazem os Magos.

P. Fausto

in Diálogo 1591 (Epifania do Senhor – Ano B)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *