Palavra e palavras!

15dtc_A

 

Há palavras e palavras. Há as de conforto e solidariedade, de queixume e de acusação, de raiva e de aclamação… Há também as de silêncio. Mas todas de circunstância. O autor, o espaço e o tempo, ainda que importantes, roubam-lhes a eficácia. Não é assim com a Palavra de Deus, sempre viva e eficaz, mesmo que os efeitos não se captem imediatamente.
O Evangelho da Missa deste domingo faz-nos desejar integrar a multidão que se comprimia, à beira do mar, para escutar atentamente as palavras encantadoras e sábias de Jesus, que ninguém queria perder.
E Jesus não se cansava de comparar Deus a um semeador generoso, que lança semente em todas as direções, mesmo com mato, silvas e pedras…, e, sem fazer contas, semeia, na expectativa confiante de futura colheita. E as pessoas não arredavam pé, tão belo e claro era o discurso de Jesus!
É este Deus, anunciado por Jesus Cristo, que continua hoje, com infinita paciência, a semear, a dizer Palavras de vida eterna, em cada domingo, ainda que da nossa parte, tantas vezes, o coração seja mais parecido com um caminho de terra batida, ou terreno de silvas e pedras, que boa terra.

P. Fausto

in diálogo 1572 (XV Domingo do Tempo Comum – Ano A)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *