Este é o nosso Tempo !

Celebramos neste Domingo a solenidade da Ascensão de Jesus. O ambiente é de festa, ainda que não seja habitual tanta alegria em momentos de despedida. Não se trata, porém, de uma verdadeira despedida, porque Jesus não foi para uma qualquer zona afastada do cosmo, cansado e agastado pelas nossas resistências e dificuldade e saudoso dos braços do Pai.
Na Ascensão, Jesus não partiu para lá das nuvens, mas para lá das formas. Doravante, não aparecerá aos discípulos no primeiro dia da semana, nem os acompanhará fisicamente, mas deixa claro que não estarão nunca sozinhos, haja o que houver, aconteça o que acontecer.
Gosto de pensar nesta Festa em que Jesus mostra a Sua total confiança num grupinho de pessoas, mulheres e homens, alguns ainda amedrontados e desconfiados, a quem entrega o mundo e confia a missão de ensinar todas as nações e baptizar “em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”.
A mesma missão nos cabe, também hoje, apesar dos nossos pecados, infidelidades e resistências. A missão é enorme, é mesmo humanamente incomportável, mas as palavras de Jesus dirigidas aos discipulos mantém-se actuais: “Eu estou sempre convosco até ao fim dos tempos”. Então, mãos à obra. Este é o nosso tempo!


P. Fausto

in Diálogo nº. 1825 (Solenidade da Ascensão do Senhor (Domingo VII da Páscoa) – Ano A)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *