Lições do campo

5dp_Bb

Há dias fui a Fátima, e como as viagens de carro dão para muita coisa, rezei e cantei e saboreei a paisagem fugaz do caminho. Reparei em áreas de vinha bem cuidada e direitinha e já com talos à vista, a dar esperança de boa colheita. Vi também algumas vinhas velhas e abandonadas, de longos e adelgaçados ramos a rastejar, entrelaçados pelo chão. Vinhas cansadas, tristes e doentes.
Neste Domingo, o V da Páscoa, Jesus convida-nos a um passeio pelo campo e visitar uma vinha. Simples no seu modo de pensar e dizer, Jesus recorre ao campo para nos falar de coisas muito importantes.
A uma sociedade fluída, consumista e individualista como a nossa, Jesus declara: “Permanecei em Mim e Eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em Mim… sem Mim nada podeis fazer”.
Palavras ao arrepio do mundo de hoje, mais dado à reivindicação de direitos que ao assumir de deveres, mais ocupado na busca do sucesso individual e imediato do que esforçado na fidelidade a compromissos, mesmo que apenas assentes na honra e na palavra… Num mundo assim, torna-se difícil compreender a poda e outros cuidados indispensáveis à saúde da vinha, para que dê boas e saborosas uvas.
“Para bom entendedor meia palavra basta”. Jesus, porém, ao dizer-nos tudo tão claramente, convida-nos a levar a sério a Sua palavra.

P. Fausto

in diálogo 1607 (V Domingo de Páscoa – Ano B)

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *